Arquivo da tag: zöhrer

RECLINADAS: GEOMETRIAS

atendendo a demanda dum colega ciclista, uma pequena descrição das variações das geometrias de bicicletas reclinadas.

no PBP-2015: low racer, tração dianteira. alguma dúvida acerca do conforto e velocidade dessa bicicleta?

bicicletas reclinadas têm variações gigantescas de geometrias. muito mais que as bicicletas com quadro diamante (“diamond frame”, DF), que são o padrão das bicicletas de montar, comuns.

isso deixa muita gente confusa, então vamos mostrar um pouco essa variação. Continuar lendo

Anúncios

GUIDÕES DE RECLINADAS!

bicicletas reclinadas tem ua gama de geometrias infinitamente maior que as bicicletas comuns. mas podemos ver alguns tipos de guidão, que variam bastante.

bicicleta Easy Racers Ti Rush. quadro em titânio, guidão por cima e de direção direta.

bicicletas reclinadas são pouco comuns. proibidas pela UCI em 1934 para suas competições, tiveram desenvolvimento paralelo e menos difundido. mas não deixaram de apresentar uma variação fantástica de geometrias.

seus guidões pode estar em basicamente duas posições por cima ou por baixo do seu quadril. e podem ser guidões de direção direta ou indireta. vamos entender como funcionam as coisas? Continuar lendo

qual é a da reclinada?

uma descrição não tão sumária do que é passar a usar uma reclinada, para os meus amigos curiosos.

em Florianópolis, reclinada com alforjes de 50 litros mais um pacote atrás do banco.

em Florianópolis, reclinada com alforjes de 50 litros mais um pacote atrás do banco.

eu sempre pedalei bicicletas com quadro diamante, aquele quadro que olhando do lado tem dois triângulos. não difere de outras bicicletas que variem a geometria: você sempre está com um selim no meio das pernas.

tenho flertado com reclinadas há anos. mas eu sabia que haveria um tempo de adaptação, e sempre isso me fez adiar a mudança.

mas  os meus ombros… alguns atropelamentos, uma agressão de um ocupante de um carro num audax há anos atrás, a buraqueira do asfalto brasileiro….  nos últimos tempos os gudiões foram subindo, subindo, depois vieram pneus mais largos, por fim suspensões, pneus largos, guidões altos…. e também evitar pedalar em pé… e nada disso mais evitava minhas dores. Continuar lendo

reclinadas!

“isso é coisa de velho!”,  “elas são ilegais!”, “reclinada não sobe!” “heresia!” “se fosse bom, por que não usam no tour de france?”

bicicletas reclinadas tão aí desde a década de 30 do século 20, ou até um pouco antes, no final do século XIX.

challand horizontale - 1896

challand horizontale – 1896

já antes da I guerra o francês charles mochet construía carros leves, e depois um carrinho a pedal para seu filho, uma vez que achava bicicletas inseguras.  anos depois, pegou seu “vélocar” e  dividiu em dois:

vélocar standard. poderia ter assistência elétrica.

vélocar standard. poderia ter assistência elétrica.

1933 foi o ano em que um ciclista francês, francis fauré, considerando de segunda linha, consegue virtualmente vencer todas as provas de velódromo das quais participou, inclusive estabelecendo o recorde da hora em 45 km. Continuar lendo