Arquivo da tag: reclinadas

EVOLUÇÃO DAS BICICLETAS: o caminho é reclinado

elas surgiram junto com as bicicletas de quadro diamante. todas derivadas da bicicleta de segurança. vetadas pela UCI, seguiram seu caminho e hoje apontam os caminhos do futuro, queira a UCI ou não.

evolução das geometrias.

evolução das geometrias.

Assim: imagine um veículo fechado, com duas pessoas, e a alguma carga. Não é um carro. Nem tampouco uma bicicleta. É um veículo híbrido, usando motores elétricos e pedais. Veja o vídeo abaixo, até o final, e perceba a carga que ele carrega:

É o Zeppelin, veículo híbrido. mas a se notar a posição dos pedais: à frente de onde se senta, e não abaixo. Esse detalhe é importante.

Usando os pedais à frente, obviamente não usamos a musculatura superior para pedalar. Todavia, as costas são apoiadas. Permite-se assim fazer força o suficiente até para estourar os joelhos, se se quiser.

Um segundo fator: na bicicleta comum, estamos montados. Isso significa que estamos apoiados nos ísquios. E a posição mais à frente, mais aerodinâmica, é condicionada pela posição dos ísquios: quanto menor a distância entre eles, mais fácil inclinar-se para frente sobre o selim.

Mas pedalando-se sentado esse fator é irrelevante. Ou seja, essa diferença anatômica entre as pessoas desaparece.

O segundo fator é a posição aerodinâmica. Numa bicicleta comum, a 30 km/h, o gasto energético do ciclista é de 60% a 80% direcionado a vencer a resistência do ar. Continuar lendo

reclinadas!

“isso é coisa de velho!”,  “elas são ilegais!”, “reclinada não sobe!” “heresia!” “se fosse bom, por que não usam no tour de france?”

bicicletas reclinadas tão aí desde a década de 30 do século 20, ou até um pouco antes, no final do século XIX.

challand horizontale - 1896

challand horizontale – 1896

já antes da I guerra o francês charles mochet construía carros leves, e depois um carrinho a pedal para seu filho, uma vez que achava bicicletas inseguras.  anos depois, pegou seu “vélocar” e  dividiu em dois:

vélocar standard. poderia ter assistência elétrica.

vélocar standard. poderia ter assistência elétrica.

1933 foi o ano em que um ciclista francês, francis fauré, considerando de segunda linha, consegue virtualmente vencer todas as provas de velódromo das quais participou, inclusive estabelecendo o recorde da hora em 45 km. Continuar lendo