Arquivo da categoria: história

Dória, o intransigente, força a judicialização da segurança no trânsito de São Paulo

ante a intransigência do Prefeito Dória, que nega fatos científicos, Associação Ciclocidade obtém liminar suspendendo a elevação dos limites de velocidade nas avenidas marginais Tietê e Pinheiros.

Desacelera-SP

Desacelera-SP

João Dória nega dados científicos. É fato. E também ignora, passa por cima, das instâncias de participação da sociedade civil, negando-se ao diálogo efetivo.

Entidades da sociedade civil estão desde 1º de janeiro tentando demonstrar e convencer o Prefeito Dória da temeridade que é elevar os limites de velocidade máxima nas avenidas marginais. Lembrando que os limites atuais são de 70km/h nas vidas da esquerda, 60 km/h nas vias centrais, e 50km/h nas vias laterais, que possuem entradas e saídas e acesso a lotes lindeiros. Continuar lendo

Até onde teria chegado a tecnologia das bicicletas de rua, se a UCI não atrapalhasse tanto?

é inegável que a tecnologia das pistas chega às ruas. não só a tecnologia,mas a estética também. e nesse aspecto, a UCI tem agido como um freio de mão puxado, barrando grandes inovações. vejamos algumas.

"Old Faithful", bicicleta que Graeme Obree usou em seu recorde da hora, leiloada em 214 noe-bay, atingindo10 mil libras.

“Old Faithful”, bicicleta que Graeme Obree usou em seu recorde da hora, leiloada em 214 noe-bay, atingindo10 mil libras.

Você talvez já tenha lido ou ouvido falar de Graeme Obree, o “escocês voador”, cuja história de recordes, anulados pela Union Cycliste Internationale, que considerou sua inovadora bicicleta, “Old Faithful” ilegal. Veja o filme, “O Escocês Voador”.  Assista e tenha uma vaga ideia do que a UCI tem feito pra impedir grandes inovações.

Continuar lendo

Caloi 10, Peugeot 10, Monark 10. o que fazer?

nos anos 70, no mercado brasileiro, americano e europeu, as indústrias deram a louca e passaram a vender um tipo de bicicleta com 10 marchas, peças baratas e quadros pesados de aço carbono. as pessoas enlouqueceram, comparam aos montes e elas estão aí até hoje. algumas dicas de como usar uma dessas bicicletas com um pouco mais de segurança.

O Bergolino feliz em suac10!

O Bergolino feliz em sua c10!

Steel is real“. Lebre disso. Enquanto da nova Caloi 10, de alumínio, pululam fotos na net de quadros quebrados, as “old ten” estão aí. Meu colega Cláudio Kerber rodou com uma variante dela na Europa e se apaixonou. Tinha guidões altos, era uma versão pra turismo.

E aí o detalhe. Essas bicicletas tem geometria para turismo, não para competição. Nunca forma bicicletas para competição, no então, o conforto…. Continuar lendo

o braço de Dorgival e o bico do tucano

Dorgival Francisco Souza, um vigia, um trabalhador, rumando ao trabalho teve o braço decepado por um motorista irresponsável que dirigia numa rodovia de um governo irresponsável que descumpre a lei estadual 10.095/98.

dorgival francisco souza e sua bicicleta.

dorgival francisco souza e sua bicicleta.

o ano era 1998. o então deputado tucano walter feldman conseguiu aprovar a lei 10.095, que instituiu o plano cicloviário estadual. conforme pode-se ler no texto acessível nesse link aqui, desde aquele ano, em razão do contido nos artigos 5º, 6º e 7º da lei, os projetos de novas estradas,os projetos em andamento e as estradas já construídas do estado de são paulo deveriam ter estrutura cicloviária em toda a sua extensão, principalmente nos trechos urbanos. Continuar lendo

bicicultura 2016

quem foi tem uma vaga ideia do que foi o bicicultura 2016 em são paulo de tanta coisa que aconteceu. quem não foi só pode imaginar. 

a foto oficial onde estão quem chegou ao final. mas deveria ter mais umas 8 mil pessoas nessa foto, feit apelo josé renato bergo.

a foto oficial onde estão quem chegou ao final. mas deveria ter mais umas 8 mil pessoas nessa foto, feit apelo josé renato bergo.

e eu subi a augusta puxando um bonde pra bicicletada. quando chegamos ali na paulista, perto da praça do ciclsita, o casal de blumenau fez a cara de espanto. guilherme não falou nada, mas  a mariana arregalou os olhos e eu esperei ela soltar: “puta que pariu! quanto ciclista!“, mas não foi isso que ela falou. apenas comentou, entusiasmada, que nunca tinha visto tanto ciclistas juntos.

era a bicicletada internacional, do dia 27 de maio, inchada pela presença dos participantes do bicicultura de 2016. tava grandona…. como gosto, fechando a avenida paulista inteira! Continuar lendo

bicicultura 2016 SP: por que ir

paixão é vertigem, amor é construção. bicicultura é o encontro nacional da cultura da bicicleta, paixão de alguns, amor de outros. e sempre, sempre, vida plena de todos.

que elo te move, o que te liga à bicicleta, qual tua ligação com o mundo? venha descobrir!

que elo te move, o que te liga à bicicleta, qual tua ligação com o mundo? venha descobrir!

quem nunca? a primeira bicicleta? a segunda? sabemos que o número ideal de bicicletas a se ter é representado por duas fórmulas: para solteiros, N +1. para casados, S – 1. onde N representa o número atual, e S representa  número que resulta em separação.

quem nunca? aquela descida íngreme, soltar os freios? e a subida maldita, ardendo a pernas, com o ônibus atrás buzinando?

quem nunca? a primeira centena de quilômetros pedalados num dia?  olhar no espelho antes de dormir, sabe-se lá onde, e pensar: “caraca 100 km!“. Continuar lendo

true temper deixará o mercado de tubos de aço para quadros de bicicleta.

o grande fabricante americano de tubos de aço para bicicletas deixará de produzir essa linha. anúncio feito em 09 de maio.

marcas que usam tubos true temper durante a north america nad-made bicycle show - NAHBS - de 2014

marcas que usam tubos true temper durante a north america nad-made bicycle show – NAHBS – de 2014

o ano era 1988, e para aquele giro d’italia, andrew hampsten queria um quadro que lhe permitisse  disputar a vitória. encomendou a john slawta, da land sahrk bicycles, um quadro que fosse leve e resistente.

naquele ano, andrew hampsten tornou-se o 71º vencedor do giro d’italia, o único americano a vencer a prova que se realiza desde 1909. Continuar lendo