Caloi 10, Peugeot 10, Monark 10. o que fazer?

nos anos 70, no mercado brasileiro, americano e europeu, as indústrias deram a louca e passaram a vender um tipo de bicicleta com 10 marchas, peças baratas e quadros pesados de aço carbono. as pessoas enlouqueceram, comparam aos montes e elas estão aí até hoje. algumas dicas de como usar uma dessas bicicletas com um pouco mais de segurança.

O Bergolino feliz em suac10!

O Bergolino feliz em sua c10!

Steel is real“. Lebre disso. Enquanto da nova Caloi 10, de alumínio, pululam fotos na net de quadros quebrados, as “old ten” estão aí. Meu colega Cláudio Kerber rodou com uma variante dela na Europa e se apaixonou. Tinha guidões altos, era uma versão pra turismo.

E aí o detalhe. Essas bicicletas tem geometria para turismo, não para competição. Nunca forma bicicletas para competição, no então, o conforto….Coleguinha, o Renê Fernandes, uma vez comentou que sua Felt de Carbono era um conforto só mas a sua Caloi 10  era ainda mais confortável. Mas é claro, foram feitas pra serem confortáveis!

Vamos entender? (e eu agora só me referirei a elas pelas iniciais: c10, p10 e m10). Essas bicicletas copiavam uma geometria de finald e anos 60 ou início de anos 70 usada por fábricas como Bianchi, para bicicletas de cicloturismo.

Na época, as bicicletas de corrida já estavam começando a usar as novas rodas de aro 700c (mesma medida das aro 29, para encaisxe dos pneus) que é alguns milímetros menor que as antigas aro 27 (não confundir com as aro 27,5 novo noma para as rodas 650b ou 26 1 1/2).

Rodas 700c, tem diâmetro de encaixe do  pneu de 622mm. As antigas aro 27 tem diâmetro do encaixe do pneu de 630mm.

São rodas maiores. Rodas maiores = mais conforto! A ajudar, os longos 46 cm de distância entre o eixo da pedivela e o eixo da roda traseira. Para ter ideia, as MTBs costumam tem 43 cm, e as speeds atuais, 40,5mm.

O garfo também, tem uma acentuada curva, que permite um bom amortecimento dos impactos.

Mas essas bicicletas pesam muito. E tem um grave problema nos freios.

Tem como melhorar? Tem. Quando olhar sua bicicleta com calma, observe os freios. Algumas nos chegam com freios de pivô simples. O idela é que usem freios de pivô duplo, sejam as ferraduras originais Dia Compe em alumínio de puxada central, ou ferraduras de puxada lateral.

Freios Dia Compe de puxada central

Freios Dia Compe de puxada central. note os dois pivts, os grandes parafusos que se vê à frente.

Os freios só comum pivô central são ineficientes. Aliás, é comum que o freio dianteiro entorte.

antigas ferraduras Shimano Tourney de pivô central.

antigas ferraduras Shimano Tourney de pivô central.

Uma possibilidade são modernos freios ferradura de dois pivôs e puxada lateral, que equipam muitas bicicletas da Europa atualmente. Fabricados por Tektro, Winzip, Dia Compe, Shimano e outros, não é tão difícil achar por aí, desde que se procure um pouco. Com boas sapatas, melhoram horrores a frenagem da sua bicicleta.

O segundo aspecto que permite uma melhoria é trocar as manetes de freio com aqueles extensores. Retire esses troços! Pra perceber o risco, entre no Google Imagens e digite “Dia Compe suicidal levers” e veja inúmeras fotos dessas manetes. Sim, é esse o termo que se usa.

Se pretende continuar usando o guidão drop – nessas bicicletas e muito fácil colocar outro tipo de guidão – coloque manetes simples sem trocadores integrados. Tem de marcas como Tektro em praticamente qualquer bicicletaria.Se procurar, acha até estoques antigos ou peças usadas da Campagnolo! Dá pra usar mesmo sem ser da mesma marca? Sim, dá!

E se você faz questão de ter freios na parte superior do guidão drop, há manetes específicas que fazem esse serviço. Procure, mas essas manetes interruptoras são caras.

Mas eu acho que esses quadros combinam mais com um belo guidão moustache. Aliás, como boa parte desses quadros são muto grandes – e portanto, muito longos – é uma forma de ter uma posição mais confortável. Use manetes para cantilever. Uma vez uma bike com guidão moustache onde tinham sido instaladas as manetes de guidões de triathlon e contra-relógio, que são instaladas  na ponta do guidão. Ficou elegante.

guidão Tange moustache. Note a manete de freio.

guidão Tange moustache. Note a manete de freio.

Se você der uma boa procurada, também achara uma forma de deixar as rodas um pouco mais leves: aros de alumínio! No Brasil, a Vzan fabrica o modelo “Escape c10” especialmente para essas bicicletas. Procure. Em bicicletarias mais populares é mais fácil achar. Pois essas bicicletas ainda são muito usadas nas periferias das grandes cidades.

Os cubos são de dois tipos. Ou baratos cubos de aço, ou cubos em alumínio de flange alta. Esses últimos são melhores. O cubo traseiro é de rosca, equipado com uma catraca de 5 velocidades.

Se for trocar o cubo traseiro, coloque logo um cubo para cassetes. Isso permite você usar um cassete de 7 ou 8 velocidades atrás e ter uma amplitude de marchas muito mair que as antigas, com apenas uma catraca de 5 velocidades com pinhões indo de 14 a 28 dentes.

Sobre as alavancas de troca: c10, p10 e m10 usavam, no mais das vezes,alavancas presas à mesa. São não-indexadas, de fricção. Às vezes precisam apenas de um aperto nos parafusos para funcionar bem.

Como não são indexadas, trocam de 5 a 10 marchas atrás sem maiores problemas, tudo dependendo da sensibilidade dos seus dedos.

Já os câmbios dessas bicicletas,principalmente o traseiro,merecem uma troca. Depois de cerca de 40 anos de uso, apresentam algumas folgas.E o desenho atual dos câmbios paralelogramo são melhores, assim qualquer câmbio de mínima qualidade pode ser colocado. Um câmbio traseiro Shimano Tourney pode funcionar muito bem. (preço mais barato de um câmbio traseiro Shimano Tourney que achei no Mercado Livre hoje: 25 reais).

Aliás, com os cassetes modernos, projetados para funcionar bem com sistemas indexados, a troca com alavancas de fricção é muito mais suave. Um cassete de 7 velocidades, 11-34, é uma excelente opção para essas bicicletas.

Se for deixar o cubo de rosca, também pode usar uma catraca de rosca de 7 velocidades.

O câmbio dianteiro normalmente está funcionando bem. Se não tiver, use um Tourney de estrada também. Barato.

A pedivela… Pesada, em aço! É comum que esteja já com as coroas gastas. Se for trocar, coloque uma pedivela de ponta quadrada.Não necessariamente 52-42. As bicicletas tinha relação mais leve ainda muito pesada: 42-28. Aproveite para colocar alguma pedivela com coroa menor de 39 dentes, ou até uma pedivela compacta. No Mercado Livre há opções abaixo dos 150 reais.

Mas note, se seu quadro é de uma Monark 10…. Ai ai. A caixa do movimento central das Monark 10 é para pedivelas monobloco. Aí suas opções são pequenas, e sempre pesadas. Muito pesadas.

Caloi 10, Peugeot 10 e Monark 10 são bicicletas pesadas,mas com mudança de várias peças que na época eram de aço (guidão, pedivela, aros, canote, pedais e às vezes os freios), trocandopor peças simples de alumínio, é fácil tirar até 2 kg de seu peso (!!!!), sem gastar muito.

São uma boa base para você montar sua bicicleta em estilo europeu como as Linus que estão chegando ao país, e também usam quadros do mesmo material: ligas de aço carbono.

Mas, se sua intenção é restaurar, deixar como era originalmente, é bom procurar um profissional. Em São Paulo, recomendo o Vanderson Macedo, que tem uma vasta experiência de restauro de bicicletas brasileiras diversas: Caloi, Monark, Brandani e etc. Ele também sabe coo dar uma atualizada na sua bicicleta, usando as dicas que listei acima.

Ah, sabe o que é legal fazer com esses quadros também? Um clone das antigas roadster inglesas. Pinte seu quadro de preto, monte uma roda traseira com cubo de 3 marchas e freio contra-pedal, coloque só um freio ferradura dianteiro, guidão mousache. Pedivela simples. todasa s peças em alumínio polido, e selim e manoplas no guidão moustache na cor mel, e pneus em borracha cru, meio beige, meio ocre. Sua bicicleta terá um estilo clássico dos anos 30 a 50, e poderá ser a bicicleta que fará sucesso quando você for à Tweed Ride.

 

 

 

Anúncios

4 Respostas para “Caloi 10, Peugeot 10, Monark 10. o que fazer?

  1. Um dos tópicos mais longevos e mais explicativos sobre o assunto “Monark 10” . https://www.pedal.com.br/forum/monark-10-super-restaurar-ou-tunar_topic12634.html

    • normalmente é 22 vírgula alguma coisa. pois o diametro interno é menor que o externo do garfo que é de uma polegada, ou 25.4. mesa de 25,4 headset, que entr ano garfo, é pra garfo over.

  2. Olá, comprei uma mesa dia compe 25.4 mm para minha peugeot 10, mas vi que o garfo tem uma medida inferior. Você sabe me dizer qual é? Obrigado

  3. Boa tarde gostei das dicas que tomei pra mim algumas como trocar meu câmbio de marcha…. obrigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s