open streets but the beds are burning.

hoje se abriu às pessoas, timidamente, um trecho da av. luiz dummont villares, em são paulo. motoristas reclamaram por se ferir o seu sagrado direito de poluir o ar mesmo aos domingos. enquanto isso, o pior ciclone de todos os tempos arrasa fiji,mas os que só cuidam o id, os idiotes, só querem acelerar.

Av Luiz Dummont Villares aberta às pessoas, enquanto os poluidores desviavam o trajeto. o recado no quadro da bicicleta.

Av Luiz Dummont Villares aberta às pessoas, enquanto os poluidores desviavam o trajeto. o recado no quadro da bicicleta.

conscientemente ou não, somos responsáveis pelo que fazemos ou deixamos de fazer, independentemente de intenção.  e claro, colhemos os frutos que plantamos e todos os frutos plantados pelas gerações anteriores, sejam eles doces ou amargos.

fui verificar a abertura às pessoas e o fechamento para carros de uma avenida da zona norte de são paulo. a “avenida nova”, como chamamos.

já fui esperando alguma demonstração da existência do caos. e claro. fechado ao trânsito de motorizados, longa fila, congestionamento e o escambau se formou. em pleno domingo, os carrólatras não conseguem largar a lata fumacenta.

enquanto conversávamos duas amigas, eu e um funcionário da CET e outro da subprefeitura, uma motorista largou o carro e veio aos berros reclamar.

o fiji times reporta os danos do ciclone winston, categoria 5. ventos de 220 km/h e rajadas de até 315 km/h. fiji ficou arrasada. em uma pequena vila de uma das ilhas, simplesmente todas as casas ficaram danificadas.  o número de mortos no país não pára de crescer, conforme informa o jornal. 

carros poluem pra dedéu. é fato, ninguém nega. estou aguardando os resultados dos testes feitos em um amigo. depois que ele soube dos índices de poluição no arque seu filho respirava dentro da própria casa, mudou-se de são paulo.  escapou da poluição, mas a poluição não escapa do planeta. e em grande parte ela é resultado da escolha humana por motores a explosão.

na avenida, motoristas que não estão atentos a avisos no site da CET, não viram banners anteriormente colocados, não leem jornais, reclamaram bastante.

circulei com minha bicicleta, ora pedalando, ora simplesmente empurrando, pelas vias locais paralelas, atulhadas.

numa subidinha na qual eu empurrava a bicicleta deu para ver e ouvir a namorada do rapaz que dirigia um vw gol tunado, afirmar categoricamente, enquanto ele fechava a cara: “eu falei pra gente vir de metrô!

mas claro, o possante é a materialização do privilégio do rapaz, o privilégio de poluir o ar. para ele, é sagrado o direito de dirigir. como para muitos…

é interessante como pessoas colocam seu direito a dirigir num domingo acima do dever de não poluir. se não é estritamente necessário, por qual motivo usar o carro?

e mais interessante ainda é quem  em menos de 1 mísera hora de interrupção de um quarteirão, formou-se um congestionamento. com um celular e alguns dedos na frente da lente, eu filmei um trecho do congestionamento. e detalhe, eram três faixas de carros.

o aquecimento global é uma realidade. o ártico tem derretido cada vez mais nos verões e congelado menos no inverno. se, por exemplo, o gelo que a groenlândia tem em solo, derreter, o mar pode subir 6 metros. hoje, o mar subiu alguns poucos centímetros, o que já faz a cidade paulista de santos, preocupar-se como futuro, conforme se lê nesse link aqui.

mas é fato. nem aos domingos as pessoas se furtam a usar carros. imagino como o paulistano viveria se fosse morador da amsterdam dos anos 70, com seus domingos sem carro. suicidar-se-ia?

níveis do mar sobrem. muita cidades estão tendo simplesmente marés mais altas. conforme no vídeo abaixo, tratando dessas inundações causadas por marés, cada vez mais comuns.

apelos baseados na presunção de que as pessoas pensem além do próprio umbigo não fazem efeito. aliás, nem  sei por que motivo escrevo sobre isso.

desmotorizar a cidade causa tantos… transtornos! mesmo que seja uma tentativa de devolver os 4 anos em média de vida a menos que o paulistano vive. pois sim, poluição tem diminuído a vida em 3 ou 4 anos . mas isso importa? não, chegar mais rápido num compromisso dominical conta.  afinal, é a divindade que faz aquela pessoa que viveria 90 anos morrer aos 78. não a poluição que causa ou agrava a doenças que levam à morte em são paulo a 4.600 pessoas ao ano. [esse trecho contem ironia sobre a ação da divindade, caso não tenha percebido]

é fato, não querem largar o carro. e hoje, a abertura do pequeno trecho da avenida luiz dummont villares causou muitos transtornos. bom, que cause mais. todo é qualquer transtorno que faça o motorista paulistano pensar duas vezes em tirar o carro da garagem é bem vindo. não temos mais tempo de fazer escolhas.

que venham as enchentes com os temporais cada vez mais comuns – afinal, sim, o clima mudou, e a cidade da garôa virou cidade da estiagem e das tempestades. 

mas ok, os tempos mudaram, embora algumas pessoas não.  ok, ok. continuem agindo como se o mundo não tivesse mudado.

cidade de santos - sp, com 1,5 metro de aumento de nível domar, em simulação. feita pela universidade santana. clique na imagem e veja outras simulações.

cidade de santos – sp, com 1,5 metro de aumento de nível do mar, em simulação. feita pela universidade santana. clique na imagem e veja outras simulações.

o aumento do nível do mar tem tornado salobra  a água do subsolo de algumas cidades. acontece isso em várias cidades da flórida a intrusão de água salobra nos aquíferos pode ser entendida nesse artigo aqui. no brasil também, aos poucos, a água salobra avança…

deixa pra lá. que depois lamentem o trânsito, a sujeira do ar, a falta de água, o calor. que reclamem. the beds are burning.

vou pedalar. how can we dance when our earth are turning? vou pedalar.  é o meu protesto.

e nos ouvidos, na cabeça, uma música que poucos entenderam.  the time has come/ to say fair’s fair/ to pay the rent/ to pay our share…

ah, se queimar carros não poluísse tanto!  mas o barato é louco, e o processo é lento. e um dia a coisa vira.

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s