minha 9 de julho

um kart numa prova de fórmula 1, era essa sensação.

minha khs

minha khs. foto do roberson.

 

qualquer um que entende um pouco de ciclismo sabe que ciclismo de estrada exige fibras musculares aeróbicas, as fibras vermelhas, tipo I, com capacidade oxidativa. em resumo, aquilo que quase não existe no meu corpo.  pra entender, leia aqui.

claro, faço audaxes de vez em quando, mas a partir de 40 ou 50 quilômetros pedalados eu estou só administrando stress. pois já estou me arrastando às vezes antes do primeiro PC. mas sempre sobra alguma forma de energia para, nos últimos 100 metros do audaxes, levantar a bunda do selim e dar uma acelerada.

o andré diz que estou descobrindo meus limites, na verdade já ultrapassei todos, e claro, sei o preço que se paga, sempre em dores, dos mais diversos tipos.  acrescentem-se os atropelamentos, e lesões antigas da adolescência na equipe pirelli de natação, mais a buraqueira, e as sequelas duma infecção grave no final de 2009 e a receita está montada.

mas surgida a possibilidade de participar da 9 de julho, claro, não neguei e arrastei uns amigos, todos melhores do que eu em matéria de pedal.

e com a maior cara de pau do mundo, tirei o pó da khs aero turbo, que tava parada há 2 anos, embora toda reguladinha, e fui com a cara e a coragem mas já avisando todo mundo pra me ver na saída, pois na chegada já não teria ninguém. hehe

9 de julho voltando às ruas é um evento e tanto. poder estar lá no meio não era uma coisa que eu pudesse recusar. e fui. fundinho do pelote…

andei com o pelo uns longos… 300 metros. daí não dá mais. pro é pro, amador é amador, e gordo é gordo. essa onda de politicamente correto tentou apagar isso, mas gordo é gordo e isso é fato.  não importa se é ou não uma característica herdada ou fruto de escolhas, gordo é gordo. se seu físico na verdade é adequado ao judô, não vai ser no basquete que você vai se destacar. mas dá pra brincar, não dá?

esse ano a categoria masculina era de 18 a 49 anos. todo mundo misturado.  daí já viu, né? espero que ano que vem tenha categorias de idade e uma coisa que já teve na 9 de julho? uma categoria pra turma do guidão reto, MTBs. aí quem sabe, na minha categoria etária e com guidão reto, dê pra brincar melhor.

pois desta vez foi uma volta completa, das duas, com a cara no vento. como lembrou o bergo, não deu nem pra companhar o fundinho do pelote das meninas que largaram depois dos homens.

o percurso era legal, predominantemente plano, mas com um vento contra em determinadas partes. ventinho bem acentuado. foi divertido passar por túneis pelos quais bicicleta nunca passa, seja em razão de trânsito, seja pelo fato de que esses túneis possuem em suas entradas grelhas por onde os pneus das bicicletas travam. essas grades hoje estavam tampadas por tábuas de compensado, assim não ofereceram perigo.

também foi divertido pedalar por avenidas onde normalmente o perigo é grande. mas hoje, elas estando fechadas, ficaram deliciosas para se pedalar. fiquei sabendo só de 4 acidentados, ou melhor, os vi. tombos acontecem na refrega, e passei por esses ciclistas, que foram devidamente atendidos pelo serviço médico.

mas eu estava na rabeira. acho que o último lugar. afinal, gordo, pançudo, lesionado, doente… e claro, com uma bicicletinha antiga.

minha khs aeroturbo foi uma bicicleta bem competitiva há 20 anos. mas hoje, é claro, está superada. seus quase 10 kg são bem mais que o peso das bicicletas de competição atuais. e nem falo das mais caras.

assim como os pneus. quem roda de tubular está sempre em vantagem numa competição como essa. e eu sou amador, ou seja, nem tenho um par de rodas de competição com pneus tubulares. aliás, usei uns pneus pirelli novos. claro,não são pra competição, mas gostei do conforto deles.

mas o fit dessa minha bicicleta tem que mudar. como falei, estava parada há um bom tempo. de lá pra cá, meus ombros pioraram, e esse fit de competição eu não consigo mais usar. nem nessa bicicleta que não é para distâncias muito grandes. aquele tubo vertical curvo, aquela traseira de meros 37 cm… cobram conta alta em matéria de conforto, mas dão algum resultado em matéria de desempenho.

mas eu gostei da brincadeira, apesar de todo o esforço. pois me esgoelei, seja pra não sofrer corte, seja para não ser alcançado pelo pelote antes que desse uma volta em cima de mim… hehehe

então foi um treino de tiro constante por 28 km. coração saída boca, voltava, saía, voltava, saía, voltava…

claro, abandonei ao final da primeira volta. mas muito mais gente fez isso (claro, bem antes de mim). deu tempo de ver a chegada do masculino (pois o pelote masculino me engoliu rapidinho, e a prova feminina era de uma volta só). o joel candido do prado jr, vulgo “maritaca”, que venceu a prova, deu um sprint lindo.

o ambiente dessas corridas é muito legal. o ciclismo de estrada brasileiro não é muito diferente do ciclismo no resto do mundo. ciclismo não tem gente recebendo supersalários.  não é o futebol.

grande parte das equipes pro brasileiras não conseguem pagar salário aos ciclistas, conseguem apenas dar treino,uniformes, eventualmente as bicicletas.

já os amadores… bom, sempre disse o celso anderson que é comum alguém chegar na anderson bicicletas, escolher uma bicicleta cara e tirar o dinheiro da meia.  de fato, ciclista que é ciclista investe na sua bicicletinha. não raro sua bicicleta é uma salada de peças, pois não foi comprada inteira. primeiro foi um quadro, depois as rodas, o grupo – se as peças não forem misturadas – e claro, a bicicleta de competição é sempre caprichada o visual. ela é pra isso: pra ir pra competição, não é a bicicleta de treino, que é moída  no dia a dia.

tem muito bike-courier que no dia a dia usa uma mtb, aqui em são paulo. tem lá sua speed em casa, que roda nos finais de semana e em provas. afinal, quem você acha que está no mercado livre garimpando peças? quem está importando pelo ali express os uniformes?

é assim no mundo inteiro. ciclismo é um esporte basicamente das classes baixas, mesmo que tenham muitos como ídolo um antigo barão belga: eddy merckx. barão mas não rico, pois, com ele mesmo confessou certa vez, tinha que correr todas as corridas que aparecessem pela frente, e ganhar grande parte delas, pois era uma questão de pagar contas, comer.

talvez por isso o ciclismo seja um esporte de gente bem aguerrida. a se lembrar do Tour de France, nessa sua primeira semana, com fabian cancellara rodando 60 km com uma vértebra quebrada, ou o que aconteceu hoje, com o tony martin cruzando a linha de chegada com a clavícula quebrada.

e o mais interessante, como o ciclismo não promete salários milionários como o futebol, esse é um esporte de quem gosta. gosta muito. um esporte de apaixonados. seja daqueles que estão nas corridas, seja daqueles que de viram a noite pra pedalar de são paulo a aparecida do norte, seja daqueles que percorrem centenas de quilômetros em brevets.

mas uma coisa digo. apesar de velho, pançudo, doente, lesionado e sem vocação genética pra isso, eu gostei. ano que vem, se estiver inteiro o suficiente pra ir, e eu puder, eu irei.

afinal, cazzo, é a 9 de julho! a corrida que ocorre em são paulo desde 1933, criada como ato de insubordinação a uma ditadura, criada pra ser uma festa. pois bicicleta é uma coisa de gente feliz, e quer coisa mais subversiva que a felicidade? então…

allez! pedalar torcendo os cabos, se esgoelando, se não pra estar na fuga, pelo menos par não ser engolido pelo pelote dando uma volta por cima.

que venha a 70ª 9 de julho, 2016 promete!

 

 

2 Respostas para “minha 9 de julho

  1. Muito bacana seus texto! Inclusive, tenho uma khs aeroturbo SE… quem me dera apreciar essa prova com ela um dia.

  2. Poxa que legal. Correr assim é muito mais divertido que competir😉

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s