trikes!

triciclos estão aí desde sempre. com motor e sem motor, montando-se ou sentando-se neles. mas falemos dos triciclos reclinados.

triciclo tadpole tri-sled gizmo. clique na imagem.

triciclo tadpole tri-sled gizmo. clique na imagem.

triciclos são veículos que sempre fascinam. não se tem que se equilibrar neles, mas também costumam estar quase sempre com 3 apoios no chão. dois pontos dão uma linha, 3 pontos dão um plano, aprendemos na geometria.

parece que não, mas gastamos uma certa energia ao nos equilibrarmos em cima de uma bicicleta. energia essa que, embora pequena, não será gasta num triciclo. ou seja, ao final de 10 horas de pedal, se está ligeiramente menos cansado, a se comparar com uma bicicleta com postura do corpo semelhante.

trike hase kettwiesel all around - clique na imagem

trike hase kettwiesel all around – clique na imagem

bicicletas comuns podem ser adaptadas para triciclos dom duas rodas traseiras. há kits que permitem isso. uma empresa de são paulo tem esses kits, além de triciclos prontos.

triciclos com duas rodas traseiras são muito bons para carregar peso. assim se coloca a carga sobre o eixo traseiro, conferindo boa estabilidade.

mas triciclos com duas rodas dianteiras têm outro comportamento. no caso de triciclos reclinados, triciclos com duas rodas à frente permitem centro de gravidade mais baixo que triciclos com duas rodas atrás.

na prática, triciclos tipo delta, os que possuem uma roda à frente são muito bons para carregar peso. assim, muitos modelos têm sido preferidos por alemães para o dia a dia: ir ao supermercado, carregar as compras e etc.

colocam o ciclista numa posição mais alta também, o que pode ser uma vantagem no trânsito. sem falar que neles é comum que a postura seja mais ereta também.

triciclo tadpole innesenti

triciclo tadpole innesenti

agora, se a intenção é correr em triciclos, a opção deve ser pelos triciclos tadpole, com duas rodas à frente. eles permitem baixíssimo centro de gravidade, e ainda por cima um ângulo de banco bem deitado sem prejudicar tanto a visão quando numa reclinada low-racer. sem falar que, na frenagem, pelo fato de terem (os bem construídos, não as gambiarras) dois freios nas duas rodas dianteiras, freiam muito bem.

claro, triciclos são mais pesados. e portanto, lentos nas subidas. mas há quem prefira triciclos para viajar pela possibilidade de carregar peso e de poder pedalar a baixíssimas velocidades.

pois numa bicicleta, a partir de uma certa velocidade para baixo, fica difícil se equilibrar, não importa de que modelo de bicicleta estejamos falando. mas com triciclos isso não acontece.

lembro de ler há anos um relato de um australiano que subi aos himalaias num triciclo greenspeed  de cicloturismo, que quando cansava nas subidas, simplesmente freava e parava de pedalar um pouco, tomava um pouco de ar e continuava a pedalar.  sem descer do triciclo. sem ter que montar e desmontar. aliás, sem nem desclipar os pedais.

piotr & agatha. ela é tetraplégica. viajam juntos em bicicleta. clique na imagem e leia mais.

piotr & agatha. ela é tetraplégica. viajam juntos em bicicleta. clique na imagem e leia mais.

aliás, há quem prefira triciclos para viajar. uma marca australiana, que citei acima, a greenspeed, faz diversos modelos de triciclo, inclusive em formato tandem. tinha um modelo com 3 rodas de 16 polegadas, mas mudou para um modelo em alumínio com 3 rodas de 20 polegadas, como são seus demais modelos, sendo que há modelos que dobram, para levar em viagens ou transportar em porta-malas de carros.

sim, triciclos são trambolhudos. isso poder uma vantagem. desconheço quem tenha tido seu triciclo roubado.  dá pra imaginar uma moto parando ao seu lado, e um meliante levando seu triciclo nas costas?

trike tadpole com reboque. dá pra carregar bastante coisa, né?

trike tadpole com reboque. dá pra carregar bastante coisa, né?

ainda mais que triciclos são pesados, pelo menos os disponíveis no brasil de fabricação brasileira, e que deem segurança para se andar (com dois freios dianteiros, no caso dos tadpole, ou freios a disco atrás, no caso dos triciclos delta, dos disponíveis no brasil).

no exterior várias marcas de reclnadas também fazem triciclos, e algumas, além da greenspeed, parecem só fazer triciclos. é o caso da kmx karts, que faz modelos para dentro e fora de estrada. a catrike também só faz triciclos, aliás, veja o videozinho engraçado de um dono de um catrike 700, triciclo de performance:

mas há outros fabricantes também, como ice trikes, que tem até um modelo com pneus bem gordinhos para o fora de estrada.  também tem a terratrike, entre tantos outros.

no brasil, conheço a hp3, carioca, e arttrike, gaucha. a hp3 faz um triciclo bem parecido com os triciclos da greenspeed, todavia com roda traseira de aro 26 e duas rodas à frente com aro 20. a arttrike faz triciclos com a mesma configuração de rodas (tadpole, 26 atrás, 2 x 20 à frente) mas com suspensão independente nas 3 rodas. ambos pesam em torno de 20 kg, e possuem freios a disco nas rodas frontais.

a dreambike, paulista, além dos kits que transformam bicicletas comuns em triciclos, também faz triciclos delta reclinados, com posição mais ereta do ciclista, em ponto mais alto, o que facilita seu uso no trânsito.

a dreambike também faz veículos adaptados para pessoas com deficiências, inclusive com motores elétricos.  se você é pessoa com  deficiência e veio parar nesse post procurando uma solução, não deixe de visitar o site deles, aqui.

claro, no geral, você sempre irá mais rápido numa bicicleta em duas rodas do que num triciclo. mas talvez você vá melhor, mais confortavelmente, num triciclo.  triciclos tem suas desvantagens óbvias: peso, dificuldade de guardar e etc. mas tem lá suas vantagens. se não as tivessem, não existiriam e não teriam seus fieis usuários.

e se seu negócio é motor, dê um pulo nesse site aqui, e descubra os triciclos da morgan. e leia aqui sobre o messerschmitt kr 175, triciclo, usado pelo primo coisa da família addams.

4 Respostas para “trikes!

  1. Olá, permita-me apenas uma breve correção. O termo “portador de deficiência” é pejorativo e caiu em desuso. O correto seria “pessoa com deficiência”.

    Parabéns pelo ótimo artigo.

  2. Pingback: Trikes! - Cadeirinha para Bicicleta

  3. onde adquiro esse triciclo?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s