ciclovias no meio das avenidas, ou ciclistas debaixo dos carros

há dias, achando pelo em ovo, a imprensa paulista tem criticado a instalação de ciclovias e ciclofaixas nas partes centrais das avenidas, conforme pedido por vários ciclistas ao poder público. veja como a imprensa é desinformada no que se refere a bicicletas.

ciclofaixa na esquerda, na avenida jabaquara.

ciclofaixa na esquerda, na avenida jabaquara.

é assim: se a ciclovia ou ciclofaixa fica no lado direito das vias, a imprensa reclama pois carros deixam de te privatizar espaço público pra parar. mas se as ciclofaixas e ciclovias são instaladas no centro das vias, lemos e ouvimos, quando vemos, reportagens como essa.

são críticas e críticas, normalmente sobre a instalação ainda incompleta de faixas – mais ou menos como criticar uma casa em construção por estar sem telhado – e sempre críticas sem levar em conta as especificidades do trafegar em bicicleta.

se não faz a imprensa a crítica por maldade, é por puro despreparo. jornalistas, repórteres, que andam de bicicleta no máximo em parques, pautam essas reportagens. desconhecem completamente a realidade do ciclista urbano.

renata falzoni, que apesar de ser jornalista entende bastante de bicicleta, já fez um texto onde elucida por qual motivo ciclistas “cometem” infrações como passar em semáforo vermelho. está aqui o texto. leia.

eu cometo uma infração constantemente: não gosto de andar no bordo direito da pista. não gosto de andar na parte direita da pista direita das avenidas. prefiro ir mais para o meio, pois já escapei de poucas e boas por muito pouco. meu anjo da guarda anda sempre bem atarefado (pois eu pedalo numa cidade brasileira), e um dia ele baixa a guarda e eu rodo. então prefiro não dar tanto trabalho pra ele e não ando colado na direita, pois ali é perigoso.

não é perigoso apenas por haver uma sucessão de buracos, remendos no asfalto e etc. é perigoso pois dos lotes lindeiros, entram e sabem veículos, além de haver  as conversões à direita. sim, os motoristas de são paulo, das cidades brasileiras, não se caracteriza pelo bom senso. nã! eles entram e saem com agressividade. e seus carros possuem insulfilm nos vidros laterais, e eles não nos vêem, por mais que tenhamos luzes e etc para chamar sua atenção. já fui quase atropelado trocentas vezes, mesmo usando coletes refletivos e faróis, sempre alegam que não me vêem. claro que não me vêem!

sempre que há uma ciclofaixa ou ciclovia, prefiro circular nela. adoro quando são no centro da avenida. ali o perigo é muito menor.

duvidam?

olhem essa notícia. clicaram no link? leram? sim, a ciclista foi parar debaixo do carro. ela cumpria todas as regras do CTB! andava no bordo da pista, na mão de direção e motorista imbecil sai duma clínica com tudo! e a ciclista vai parar debaixo do carro.

avenida 9 de julho. tarde de 6 de maio, a motorista aloprada atropela a ciclista.

avenida 9 de julho. tarde de 6 de maio, a motorista aloprada atropela a ciclista. foto do g1

 

pergunte-se, ciclista que lê esse texto, quantas vezes isso quase aconteceu com você? pergunte-se, motorista que lê esse texto, quantas vezes “apareceu do nada” um carro, moto, ou bicicleta, vindo da sua lateral quando você saía de um lote lindeiro?

na verdade o brasileiro em geral dirige carros como se dirigisse um carrinho de rolimã. enquanto o europeu, em média, passa por anos de formação par ao trânsito muito antes de começar um curso qualquer para conseguir sua carteira de habilitação para dirigir, o motorista brasileiro passa por um simulacro de formação. o jornalista que escreve besteiras passou por esse mesmo simulacro de formação.

o que se nota, é o despreparo geral tanto da imprensa, quanto dos motoristas, para conviver com pedestres, ciclistas e quem mais não estiver num veículo motorizado. os carros cheios de insulfilm – para pretensamente proteger motoristas e passageiros da visão de possíveis ladrões – não permitem visão lateral apesar dos imensos vidros, que estão escurecidos.

e assim acontecem essas desgraças. por sorte, por pura sorte, a ciclista não foi assassinada faleceu pela imprudente motorista que descumpre norma de trânsito com esse insulfilm instalado  na lateral do carro.

é, como os motoristas de são paulo não deixarão de agir imbecilmente, e como basta um único imbecil para você parar debaixo do carro, é melhor que venham cada vez mais vias vermelhas. pois assim reclamaremos apenas dos buracos, e nada além.  pois tudo perfeito nunca ficará. nunca. mas se pelo menos não formos atropelados, poderemos nos ocupar de melhorar o resto, em vez de apenas nos gastar tentando proteger a vida da imperícia dos néscios.

alucinação

 

 

 

 

 

 

 

 

um dia as coisas melhoram. mas até lá, tem chão. pedalemos, pois.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s