a última em aço!

1994: miguel indurain larraya, usando na maioria das etapas uma pinarello, foi o último vencedor do tour de france a levar a camisa amarela usando uma bicicleta com quadro de aço. vamos falar dessa bicicleta.

pinarello banesto, usada por miguel indurain, nas temporadas de 1993/1994.

pinarello banesto, usada por miguel indurain, nas temporadas de 1993/1994.

aço, desde o momento em que passou a ser usado na construção de bicicletas, ainda no tempo das penny-farthings, foi o material usado nas bicicletas de competição até os anos 90 do século XX.

as ligas foram as mais diversas, e durante muito tempo o método de construção dos quadros usava junções forjadas, que chamamos de cachimbos. os tubos eram soldados por um método chamado de brasagem.

apenas nos últimos tempos do aço como material predominante que se passou a usar um outro método de união dos tubos: soldagem tipo TIG. assim, não eram mais precisos os cachimbos.

essa última bicicleta em aço usada por miguel indurain foi fabricada assim, com solda TIG.

a pinarello começou a usar tubos de um fabricante chamado oria, em 1993.

oria começou a fabricar tubos na metade dos anos 80 eta’pelo menos 2011 estava ativa a empresa, que fabricou até componentes de fibra de carbono. mas seus tubos de aço dos anos 90 eram de excelente qualidade, embora oria não fosse um fabricante de aço, usando basicamente aço fornecido pela mannesmann, em sua unidade na itália.

indurain no giro d'italia

indurain no giro d’italia

aqui é interessante notar: há fabricantes de tubos que fabricam o próprio aço, e os que usam aço alheio, em ligas já previamente estabelecidas.

e o aço é, de fato, o material mais fácil de se trabalhar. afinal, estamos nós, humanos, há pelo menos 3.200 anos trabalhando as ligas de ferro. embora, se recuarmos à história do uso dos metais, recuaremos a pelo menos 5.200 anos atrás, no início da idade do cobre…

hoje o aço é produzido em uma quantidade imensa de ligas, cada uma com suas propriedades.

desconheço que liga tenha sido usada na tubulação do quadro da pinarello banesto usada por miguel indurain nas temporadas de 1993 e 1994. o que sei é o que todo mundo sabe: provavelmente foi produzido esse quadro por dario pegoretti, um famoso construtor de quadros sob medida, por encomenda da pinarello. aliás, prática comum até hoje. ou você acha, que as caloi da equipe caloi eram feitas pela caloi? ou que aquela “trek” de titânio usada por lance armstrong em 1999, não era uma litespeed blade adesivada como sendo trek?

não duvido que a liga usada seja de aço cromo-vanádio. mas não se pode afirmar isso.

indurain usada um quadro grande., com medidas de 59 cm por 59 cm. quadradinho, como são as bicicletas italianas (e cá entre nós, eu adoro quadros quadrados) e não como as bicicletas americanas, que são mais longas: 49 x 51, por exemplo.

mas um quadro grande tende a torcer muito. assim, nesse quadro em específico, o tubo superior foi baixado 2 cm, pra aumentar a rigidez do conjunto. assim, torce menos.

a bicicleta, como era de se esperar das bicicletas italianas, era toda equipada com um grupo campagnolo. no caso, um grupo campagnolo record 1994 completo. com 8 velocidades atrás.

essa bicicleta pesava cerca de 9 kg, portanto, quase 2 kg a mais do que as atuais bicicletas de competição profissionais. é o retrato de outro tempo. tempo que não voltará. mas que deixou saudades sim.

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s