titânio

titânio. material fetiche para feitura de quadros de bicicletas. parafusos de titânio nós sempre achamos no mercado-livre. titânio aparece em peças metálicas leves, faz parte de parte de alguns cassetes ultra leves. em garfos de bicicleta, quase sempre é furada. mas… e o preço disso tudo?

quadro lynskey helix os.  no dia em que eu ganhar na mega-sena e mudar prum país onde não se derrubam ciclistas da bicicleta pra roubá-las, eu compro um pra mim.

quadro lynskey helix os. no dia em que eu ganhar na mega-sena e mudar prum país onde não se derrubam ciclistas da bicicleta pra roubá-las, eu compro um pra mim. pois esses tubos de seção quadrada torcidos… que coisa linda! e notou as gancheiras com trevos? 

 

titânio é dos metais mais abundantes na natureza, sendo o nono mais comum. é encontrado em quase todas as rochas, mas é mais extraído do rutilo e da ilmenita. é usado para pigmentação. e em ligas com ferro,  alumínio, cromo, vanádio, é usado pra ligas metálicas que permitem a fabricação das peças que usamos nas bicicletas.

não se usa titânio puro, mas titânio em liga. em ligas que privilegiam as vantagens do titânio: tem 40% da densidade do aço, sendo 45% mais leve, mesmo sendo mais forte.

os tubos de titânio utilizados para quadros são ligas com 3% de alumínio e 2,5% de vanádio, ou 6% de alumínio e 4% de vanádio. a segunda liga parece ser mais difícil de se fazer tubos. tanto que muitos quadros não eram feitos nessa liga em tubos sem costura, mas em tubos com costura. mas já ha tubos de titânio 6/4.

mas faz tanta diferença assim? não! titânio 6/4 é ligeiramente mais forte que o 3/2,5. isso permite tubos com paredes mais finas, diminuindo o peso. mas a diferença é pequena. o titânio 3/2,5 já é um material tão fantástico…

pois titânio permite fazer quadros que tenham leveza equivalente a de quadros de alumínio ou quadros de fibra de carbono mais reforçados, mas com as características do aço: o conforto ao pedalar… e claro, aquilo que notabiliza os quadros de titânio: a resistência à corrosão semelhante à da platina. zero corrosão!

por isso, é mais do que comum que quadros de titânio não recebam pintura nenhuma! só tipos diferentes de polimento…

mas quadro de titânio é caro. caro!

caro pois trabalhar o titânio é muito caro. a solda é difícil, e não se pode contaminar. logo usam-se equipamentos dedicados, por exemplo. pois uma solda contaminada… quebra!

usa-se solda com gás de proteção. vale dizer- cria-se no entorno do local a ser soldado uma espécie de atmosfera de proteção.

com essas informações simplificadas, deu pra ter uma vaga ideia do trabalho que é soldar titânio? ao contrário do aço, cuja tecnologia, mais simples, é resultado de 10 mil anos de uso do ferro pelos humanos… em qualquer lugar que tenha uma maquininha de solda você consegue que alguém faça, mesmo de forma porca, uma soldinha num quadro de aço rachado, seja o barato aço carbono (em liga 1020 ou 1040) ou no velho e bom aço cromo-molibdênio….

e a solda em titânio não… sequer permite que se faça aquela produção de quadros totalmente robotizada que nós temos par aquadros de alumínio em grandes fabricantes, como a giant.

a giant é de longe o maior fabricante de quadros de bicicleta do mundo, sendo a única que tem sua própria metalúrgica. um quadrinho de mtb em alumínio que acho bem feitinho, embora não seja o mais leve do mercado, é o atx 7 ou atx limited. mas a giant não faz quadros de titânio….

quadros de titânio ainda são, em mais ou menos intensidade, trabalho de artesãos.

habanero 29er custom, que jefe branham usou par avencer a colorado trail race em 2013. clique na foto pra ter uma ideia de que corrida insana é essa!

habanero 29er custom, que jefe branham usou para vencer a colorado trail race em 2013. clique na foto pra ter uma ideia de que corrida insana é essa!

mas quadros de titânio são virtualmente eternos. não deixe uma motoniveladora passar em cima de uma bicicleta de titânio, e pelo menos o quadro durará muito mais que você.

e daí, o que fazer com quadros feitos nos anos 90, com medidas diferentes?

bom, eu não resisti a um velho quadro de titânio basso, feito pela litespeed na época em que a empresa era do david lynskey. aros 650c…

claro que quem me vendeu barato, um amigo, tava co messe quadro parado à venda um tempão. quem queria um quadro co geometria dos anos 90 e com caixa de direção standard, e ainda pra aros 650c?  eu comprei e montei com aros 26 mesmo, e pneus de 1 polegada, e guidão reto. fiz um pequeno foguetinho pra rodar no asfalto. como tem traseira de meros 37cm, é uma bicicleta dura… dura!

mas anda… anda! e como anda!

e mesmo usando um garfo de cromo e peças  simples, algumas de mtb, ficou uma bicicleta com menos de 9 kg de peso. pois o quadro pesa pouco mais de 1 kg.

nos anos 90 titânio foi um material que parecia que ia revolucionar o mercado de bicicletas de ponta. mas, repentinamente, chegou a tecnologia da fibra de carbono e tudo mudou.

hoje, com o grau de conhecimento sobre a plasticidade da fibra de carbono, e a possibilidade de se fazer quadros e peças em materiais compostos, não há vantagem, do ponto de vista do desempenho, em ter um quadro de titânio.

sejamos sinceros, você não verá um quadro de titânio no pelotão profissional hoje em dia. não verá também nas categorias de elite do mountain bike mundial.

mas você achará quadros de titânio em rodas de nerds de bike. alguns bem antigos como o meu,  dos anos 90  em bicicletas com freios cantilever e mesas de rosca, ou então   quadros de boutique dos fabricantes atuais.

mas caramba! ter uma bike leve, que você pode pegar chuva sem medo, sem nunca se preocupar com danos na pintura, e com aquela pedalada gostosa… pqp! é bom!

———–

nos e.u.a., no e-bay, há quadros de titânio antigos aparecendo para venda constantemente. de repente pode ser a forma que você conseguirá o seu. o problema sempre é trazer para o brasil e a tributação. mas, de repente, naquela viagem daquela tia que te ama de paixão… cabe na mala dela…

e sim, tem aquele monte de pecinhas de titânio no mercado livre: parafusos, pedais e etc. vale à pena? se você quer peso leve e algo que resita melhor à corrosão que o resto inteiro da bicicleta, vale. pode ser a forma de você tirar uns gramas de peso da bicicleta, alguns gramas apenas, pois não é um parafuso que vai tirar 1 kg de peso da sua bicicleta. mas se quer parafusos que não enferruje, procure os de titânio.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s