à prova de falhas

11 de março de 2011. sismo de magnitude 8,9. tsunamis de mais de 10 metros de altura. uma usina nuclear atingida. foi o grande terremoto do leste do japão, causando o desastre de fukushima, mas não apenas isso. colapsou o sistema de transporte público, e ruas ficaram atulhadas de destroços em diversas cidades.

homem pedala após o terremoto de 11/03/2011, no japão

homem pedala após o terremoto de 11/03/2011, no japão

mas a cnn informou que os estoques de bicicletas das lojas esgotaram.…  sim, bicicletas, não cicloelétricos, a velha bicicleta movida a pedais.

aquela bicicleta que passa por tudo e não precisa de recarga, que pode ser carregada numa escada, pois não é pesada por ter um motor, e também pode ser usada pra carregar coisas: sacolas, malas e etc.

homens pedalam e m natori, miyagi, japão, após o terremoto de 2011.

homens pedalam e m natori, miyagi, japão, após o terremoto de 2011.

fevereiro de 2013. em porto alegre, motoristas e cobradores de ônibus há mais de 10 dias em greve.

04 de fevereiro, em são paulo: uma falha no fornecimento de energia, pára o metrô, e passageiros ficaram mais de 40 minutos fechados em vagões dentro dum túnel… acionaram os botões de emergência para a composição abrir a porta, saíram pelos túneis. pessoas passam mal. autoridades, que nunca saem dos seus carros com ar-condicionado, acusam “pessoas” de vandalismo (nunca ficaram 40 minutos espremidos dentro dum vagão sem circulação de ar pra entender o que é o pânico e o desespero do cidadão comum). caos durante horas…

e eu e alguns alunos, que nos transportamos por bicicleta, soubemos dos problemas por ouvir falar.

sim, a velha bicicleta, que passa por congestionamentos, que não entra em greve, que não depende de combustíveis ou energia elétrica, aquela que só precisa de uma manutenção básica, barata…

a bicicleta, à prova de falhas. talvez, junto com o skate, os patins, e o patinete, um dos únicos veículos que se possa usar nesses tempos de mudanças climáticas que causam falta de energia, de água, congestionamentos e etc. e que funcionam até quando há terremotos.

pense nisso.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s