finados

o feriado de finados é para lembrarmos de quem não está mais entre nós.

podemos lembrar de grandes esportistas que já se foram, grandes ídolos, grandes  heróis, e eu vou lembrar outra pessoa, na verdade passei o dia inteiro pensando numa moça.

vou contar uma história. história e não estória. pois são fatos verdadeiros.

numa sexta-feira de agosto de 2004, na cidade de curitiba, uma moça de 22 anos que cursava o quinto ano de direito e o segundo ano de filosofia, como tantos jovens, foi a uma balada.

não voltou dirigindo. voltou com um amigo. ambos, seguindo a orientação paterna dela, pegaram um táxi.

esse táxi, em uma rua de curitiba, nilo cairo, foi fortemente abalroado por um carro que vinha na contra-mão.

a moça, com o choque, foi lançada para fora do táxi, destruído. teve morte instantânea.

era uma madrugada de sábado. o enterro foi no domingo. dia dos pais.

o motorista que causou o acidente estava bêbado. com o carro, um corsa preto, com mais 3 pessoas alcoolizadas e cheio de bebidas. era casado. foi condenado por homicídio culposo, pegando pena de pouco mais de 3 anos de cadeia.

bjc6gm

(veja um vídeo no link acima)

a moça foi enterrada no túmulo que foi comprado por sua vó para si, mas foi inaugurado pela neta. o pai que enterrou a filha no dia dos pais, por conta de um “acidente” de trânsito trabalhou a vida inteira no detran do paraná. era extremamente cuidadoso com essas questões de trânsito.

carolina hinojosa valdez tinha a pele clara, olhos de um castanho claro que muitas vezes pareciam verdes, e cabelos lisos muito pretos. desde criança pintava a óleo, aquarela, acrílico. com 15 anos em são paulo visitou o masp, com pais, irmãos, e o primo. ficou a tarde inteira vendo as obras de arte com o primo, ora de mãos dadas, ora longe, mas conversando muito, muito culta, sempre.

uma moça linda. os amigos a chamavam de carol, como é costume em português, e nós, de caro, como é costume en la lengua de nosotros, spaniolit…

relato essa tragédia familiar para que se possa entender o que é capaz de fazer um motorista embriagado. pois é necessário que se coíba fortemente a prática de  se dirigir embriagado.

 

carros são armas quando nas mãos de pessoas com a percepção alterada, e o risco não é apenas delas morrerem, mas principalmente matarem outras, e causar um dano irreversível a uma família, algo que posso dizer que é difícil, muito difícil de superar. a sensação é de tristeza, revolta, dor, falta, ausência.

o duro é pensar que nesse feriadão outras famílias passarão por isso. é pedalar cedo nas grandes avenidas e ver a quantidade de garrafas long-necks jogadas nas sarjetas, denunciando o grande consumo na noite anterior – garrafas jogadas que quebram e cujos cacos rasgam pneus, como aconteceu comigo há algumas semanas.

se os bêbados ficassem nos seus cantos… mas não, saem dirigindo por aí, matam, ferem, aleijam, causam danos irreversíveis.

minha prima se foi há 8 anos, um tempo considerável, mas nesse tempo pouca coisa mudou. aprovada a lei seca, mas os espertinhos logo descobriram que não precisam se submeter a testes de bafômetro.

há os coniventes com os crimes, tuitando onde estão as blitzes, para que os motoristas alcoolizados delas escapem. ainda há motoristas e passageiros que, durante a noite, atiram latas vazias de cerveja em ciclistas, quando não os atropelam, tiram finas e etc.

há uma quantidade imensa de pessoas que acobertam esses assassinos em potencial, que acham que “apenas um copinho” não faz diferença…

é. é uma pena. gostaria que outras famílias não passassem o que passa a minha, até hoje. e também o que passa a família do motorista assassino que ceifou a vida de minha prima. deve ser duro para seus filhos saber que seu pai é um assassino, condenado. carregarão esse peso para o resto da vida, sem nada ter contribuído para isso.

pois motoristas bêbados que matam e ferem são criminosos. trazem apenas vergonha e dor às suas famílias, e a famílias de outrem.

hoje, dia de finados, os cemitérios estiveram cheios de parentes das vítimas de “acidentes” de trânsito. uma pena.

Anúncios

2 Respostas para “finados

  1. Quase todos os dias eu leio um ABSURDO destes e nada acontece com o motorista?????????

    …e apresentava sinais claros de embriaguez….
    http://www.alagoas24horas.com.br/conteudo/?vEditoria=Pol%EDcia&vCod=135634

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s