é amanhã!

la pascale! l ‘enfer du nord! a rainha das clássicas!

saindo dos arredores de paris – compiègne – e indo a roubaix, na fronteira com a bélgica. amanhã com 257,5 kms, dos quais 51,5 são em paralelepípedos!

detalhe infernal: nem sempre trechos antigos de paralelepípedos, alisados pelo passar centenário de veículos pesados, mas muitos trechos restaurados com pedras novas pelos amis de paris-roubaix, os voluntários que tentam e muitas vezes conseguem salvar trechos de paralelepípedos da pavimentação.

são esses trechos que fazem da paris-roubaix uma prova lendária. esses trechos impedem a formação de pelotões, é difícil para as equipes formar escaleras que lancem sprinters. a prova não tem grandes subidas, mas trechos infernais de paralelepípedos que bagunçam os pelotões.

essa prova já se realizou sob chuva, sob neve, sob sol escaldante. seus competidores já terminaram-na tão cobertos de lama que estavam irreconhecíveis. bicicletas alternativas, esquisitas, speeds com suspensões já tentaram – e falharam – em vencê-la. e continua uma grande vitrine das speeds de endurance, tão queridas pelos randonneurs: mais confortáveis… pois ali conforto não é luxo.

disputada unha a unha. pedal a pedal, roda a roda, centímetro a centímetro. em 1990 eddy planckaert venceu steve bauer por 1 (um!) centímetro!

sofrimento para muitos, glória para os vencedores, satisfação para os sobreviventes, os que chegam até o final. furos de pneus incontáveis, tombos, bicicletas quebradas, ossos quebrados. nada disso rareia na paris-roubaix.

eddy merckx, em 1970. seu rosto denota o cansaço. mesmo assim venceu naquele ano, pela segunda vez.

essa prova já gerou livros, fotografias, estudos, filmes, debates incontáveis. uma loteria aberta todo ano, pois mesmo que haja favoritos (tom boonen é o nome a se observar), tudo pode acontecer. um tombo, uma quebra, uma roda quebrada, até um trem passando…

vale à pena passar a manhã de domingo vendo-a pela internet. vale muito à pena.

nesse link vc terá diversos links para diversas transmissões. escolha a que estiver melhor. transmissões a partir de 7 ou 8 hs da manhã, aqui no brasil.

e se está sem fazer nada nesse sábado pré paris-roubaix, assista ao documentário abaixo, de 1976, um grande clássico dos documentários sobre ciclismo, “a sunday in hell”. bom divertimento!

Anúncios

2 Respostas para “é amanhã!

  1. Já que o Blog é “todas as bicicletas sempre” veja este cara fazendo trial de speed!

    Abraços!

  2. Oi Odir, eu já estou com o DVD da Paris-Roubaix 2012, se quiser uma cópia é só falar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s