TDF: e deu cadel evans na quarta etapa!

cadel evans é uma figura e tanto. ex-campeão mundial de ciclismo de estrada. ex-campeão mundial de mountain-bike, em 1998. e ainda por cima, é a cara da daniella  cicarelli.

cadel evans comemora a vitória

estragou a festa de p. gilbert. gilbert hoje completou 29 anos. a etapa parecia feita para seu perfil: terminando em subida potente, e não naquelas looooongas subidas extenuantes das etapas de montanha. subida de 2 kms, com cerca de 7% de inclinação.

a etapa parecia feita para gilbert, mas esse foi deixado para trás no final. atacaram cadel evans e alberto contador, revezaram-se no ataque, iniciado por contador. mas no final cadel foi e contador na sua cola, ensaiou  passá-lo mas não houve tempo. fosse a linha de chegada meio metro adiante e contador teria vencido. mas deu cadel evans, por centímetros.

final emocionante, quem assistiu não se arrependeu. hoje começou de fato o tour de france. começou com contador diminuindo em 8 segundos a diferença para andy schleck, que sobrou, sobrou até para o irmão frank. contador hoje fez questão de mostrar que está no jogo. e que pode vir a diminuir as diferenças e abrir uma boa vantagem nas etapas de montanha.

pois ainda não se teve uma boa etapa de montanha. nessas, o pelotão desaparece, fragmentado. sprinters se arrastam. gregários trazem os montanhistas até o começo das montanhas, e daí estes brilham, morro acima, em ritmos altos de pedaladas.

quem já pegou um bom morro sabe o quanto é duro subir pedalando. faz-se força, força, força…. cada grama de peso a mais faz diferença. e vemos os montanhistas, magrinhos, subindo, subindo, subindo…. deixando sprinters e passistas para trás.

não se aposta em vitória do tour nas mãos de cadel evans. em outras voltas ele brilhou na primeira semana para depois ficar para trás…

mas vou parar de falar desta quarta etapa. já tem na internet vídeo mostrando os últimos 8,7 kms. está abaixo.

o interessante desta quarta etapa é que se esperava que thor hushovd perdesse a camisa amarela. mas não, lutou como um leão numa subida que era para derrotá-lo. chegou junto aos vencedores. não perdeu tempo, manteve-se na liderança geral. é forte candidato a chegar ao final do tour com a camisa verde.

a quinta etapa é plana. etapa para os spinters brilharem, de carhaix a cap fréhel, com 164,5 kms. prestem atenção nos sprinters. hushovd, cavendish…. as escaleras (os trenzinhos de ciclistas) vão se formar para lançar os sprinters na explosão nos últimos 100 ou 200 metros de prova. ganha o melhor sprinter que teve a melhor escalera. a prova terminada em sprint mostra o quão coletivo é este esporte individual, o ciclismo.

e claro, procure no google, veja o quão parecido cadel evans é com daniella cicarelli.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s