canotes!

estou de brinquedo novo e não posso usá-lo. comprei uma nova bicicleta velha, ou seja, com mais de 10 anos  de fabricação – depois faço um post sobre ela, vale falar sobre uma das últimas MTBs full-chromoly dos anos 90, mas ainda não é o caso.

canote giant. aero

mas essa bicicleta foi bike de menina, que, dada à baixa altura, pra baixar ainda mais o selim, serrou o canote original. e agora o selim não fica na altura adequada pra mim. ok, é só comprar um canote novo, de 40 cms… mas diacho, e pra achar canote de 30.4 mms?

é aí que está o nó. notaram quantas medidas de canotes temos hoje em dia? na verdade, sempre tivemos medidas diversas.

as bicicletas mais antigas usam canotes de medida 27.2 mms ou menos. pois foi só com o advento das mountain-bikes que se começou a pensar em canotes mais largos.

as exigências duras do MTB quebraram muitos canotes mais finos. a indústria progressivamente alargou as medidas. ainda mais que abandonou-se o uso do aço nos canotes em prol do alumínio, mais leve, mas menos resistente. claro, depois se passou a dar tratamento térmico ao alumínio, aumentando consideravelmente sua resistência.

mas mesmo assim muitas vezes a indústria não padronizava as medidas que usava. para dar um exemplo de uma única bicicleta, a specialized fabricou a stumpjumper em 1990 usando canotes de medida 26.8. no ano seguinte, passou a usar a medida 26.4 mms. em 1994, usou a medida 31.0 mms…

o fato é que precisamos sempre medir, ao procurar uma substituição. existem mais de 10 medidas diferentes, e a indústria ciclística não usa um padrão específico. atuais bicicletas de fibra de carbono têm usado canotes de mais de 31.8 mms, beeem largos, comparados ao quase onipresente 27.2 de muitas MTBs dos anos 90.

assim, da próxima vez que quebrar um canote, não esqueça de medi-lo ao encomendar outro. e claro, gambiarras não valem. por exemplo lixar um canote mais largo para que caiba no tubo vertical do quadro mais estreito implica em torná-lo mais fraco e suscetível a quebras, rachaduras, fraturas. gambiarras desse tipo não valem.

na pior das hipóteses, use um canote mais fino e uma luva de metal para dar o ajuste. mas é uma peça que terá que ser feita sob medida, cara, portanto. no mais das vezes isso não é necessário. basta ter a paciência de encomendar numa bicicletaria, preferencialmente indicando um fabricante do canote na medida desejada, e aguardar alguns dias.

uma dica apenas: evite usar canote de fibra de carbono em quadros de aço cromo-molibdênio. a fibra de carbono não gosta muito de graxa, e nos quadros de cromo-molibdênio, dar uma engraxada na parte do canote que vai dentro do tubo vertical do quadro é regra, para evitar reações químicas que gerem algum tipo de solda entre o canote e o quadro.

em tempo. acabei de pegar a bike na bicicletaria com o canote novo, agora regulada na medida. é uma specialized hardrock comp, 1999, tamanho 17. toda em cromo, inclusive o garfo. toda original (menos o canote). vai ganhar pneus 1,25 e talvez corôas maiores na pedivela. é pra ser um torpedinho na cidade. depois coloco fotos e faço um post.

Anúncios

19 Respostas para “canotes!

  1. eh com essa q vc vai dxa eu fazer o 600? rs

    • vou mudar a relação só depois do 600… e não é mais leve que a sua, silvia. vai atrás das corôas maiores, ou pedivela tourney mesmo, mas 48,36, 26.

      • Boa tarde.
        De acordo com o Aleuba, que conheci na Oficina do Contraponto eu tenho uma clássica, uma Bianchi Oncelon, ela tem mais de 10. Estou muito feliz de saber que é uma boa bici.

  2. hmm, já posso (foto)registrar a belezura??

  3. Ta boa pra mim essa bike… 😉

  4. Recentemente tive problemas com o canote de uma Peugeot Turismo 3 que adquiri e reformei recentemente. O canote que veio na bicicleta, não sei se era o original, era de ferro, mal acabado, estava muito enferrujado mas, por sorte, não estava colado. Decidi que não iria recupeá-lo e resolvi comprar um novo, de alumínio, na medida gravada no canote original, 25.4mm. Comprei, instalei e, para minha surpresa, ficou folgado. Resolvi medir os canotes e o seat tube e descobri que o conote de ferro original, apesar de estar gravado 25.4mm, tinha 25.8mm de diâmetro, medida que nunca tinha visto. A solução foi fazer uma luva caseira usando um pedaço de lata de tinta e um pedaço de lata de cerveja. Resolveu e a gambiarra ficou invísivel depois que regulei a altura do selim. Abraços

    • pois é, enrico, essas coisas acontecem, principalmente com bikes mais antigas. no caso das bikes mais antigas feitas aqui no brasil aparecem variações de medids estranhas, em razão da não padronização efetiva do material fornecido. é só lembrar que a ditadura proibiu a fabricação e importação de tubos de aço cromo-molibdênio (o medo era que tubos de bicicletas fossem usados em armas, como se um tubo de 0,5mm de parede aguentasse uma detonação de uma bala… hahahahah, é risível essa paranoia).

  5. Em que bicicletaria vc leva suas bikes quando precisa?

    • paulo, existem duas formas de escolher uma bicicletaria: pela proximidade da sua casa, ou pela confiabilidade. eu não precisei escolher entre um parâmetro ou outro, pq a bicicletaria mais próxima de minha casa é muito boa, sem site na internet, mas de um ex-ciclista profissional uruguaio que aos mais de 70 anos ainda pedala em algumas competições. depois por mail te mando o nome. há um outro quesito que se levar em conta ao se levar a bicicleta numa bicicletaria: escolher um dia menos atulhado de gente. sábado é o pior dia a se ir numa bicicletaria, pq amontoa de gente. fica difícil os funcionários, donos, mecânicos darem atenção adequada aos clientes. se puder só ir no sábado, deixe a bike lá e peça o conserto apenas par ao outro sábado. a possibilidade de o serviço ser feito nos dias com menos movimento é maior, portanto o mecânico poderá fazer o serviço com mais calma e mais atenção.

  6. boa tarde.
    De acordo com o Aleuba eu tenho uma clássica, uma Bianchi Oncelon, ela tem mais de 10. Fiquei feliz de saber que é uma boa bici.

  7. Lendo seu post lembre de um acontecimento no inicio da minha ciclovida.Certa vez tive problemas com canotes. Usava um canote qualquer. Tenho 1m95cm, ou seja usava o canote beeeeem elevado. Resultado: em pouco tempo de uso ele envergou completamente. Fui a vááááárias bicicletarias daqui da baixada, comprei váááááários canotes e era sempre a mesma coisa: trepidação+uso contínuo=envergadura. A última pataquice que tolerei foi quando me disseram que eu teria de colocar cimento dentro do tubo, para não envergar. Depois dessa comprei um canote numa bicicletaria na zona sul e nunca mais tive problemas.

  8. sandro santana laamego

    Um olá a todos os Bikers. De um biker eventual de Angra dos Reis – RJ.

    Procuro canote 26.8 em fibra carbono mas até agora o mais próximo foi 27.2. Se puderem me ajudar agradeço desde já.

    Grande abraço com muitos créditos de carbono!! Rsrs…

    • dificilmente vc achará. 26.8 é uma medida mais fina, e fibra de carbono nessa medida tende a ser muito frágil. o comum é usarem inclusive medidas acima de 30mm, quando usado esse material. é preferível usar em alumínio mesmo. há alguns bem leves.

      • Como Expert e Mestre em Metais Sr.Ogum; não poderia haver conselho mais abalizado! E ainda com um triplo SETE!! Karaca!! Obrigado pelo feed back. E qd quiser dar um rolê de bike por Angra tou a disposição. Até mais.

  9. Opa, estou montando minha “touring” com um quadro specialized hardrock de cromoly (pelo menos triângulo principal). Ainda não fui atrás do canote, mas já testei uns novos que tenho lá e um outro de Caloi 10 antiga. Todos são largos demais para a medida. Deve ser um canote fino, cerca de 26mm eu acho. Se você tiver um tempo, consegue dar uma olhada no meu wordpress pra ver se pelo grafismo a sua é da mesma época? Talvez seja o mesmo tamanho. O modelo, pelo que está no quadro, é Hardrock FS.

  10. meu canote quebrou ontem, algo super divertido quando se está pedalando… estou pensando em incluir um cano de aço menor por dentro no ponto aonde ele fica preso no quatro para aumentar a resistencia, será que vale a pena ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s