a bicicleta une, o futebol separa

observou as cores da bike?

esse tipo de coisa emociona-me. mas parece que a repercussão fora do país foi muito maior do que aqui dentro. aqui estamos endurecidos, né? aqui o outro não vale muita coisa… coloca-se fogo em índio, atropela-se pedestre, bate-se em homossexual… são sempre facetas diversas do mesmo problema.

Anúncios

2 Respostas para “a bicicleta une, o futebol separa

  1. Mas sabe o q eu acho? O brasileiro dá muita importância ao que a mídia diz. Só aconteceu se a mídia noticiou… E nesse caso, não se sabe – ainda – o que realmente aconteceu. Se aquele motorista (escroto) foi agredido antes ou não – o que, claro, não muda o fato dele ter atropelado tantos ciclistas… E aí a mídia tá ali, sem saber o que dizer… E a gente aqui, assistindo essas barbariedades…

    • camila, duas falhas no seu raciocínio:
      1. muito antes de a mídia oficial noticiar as notícias já circulavam na net. o evento aconteceu na sexta, a mídia noticiou no sábado à noite e no domingo. mas já havia muita coisa na net. se há grita pública é pq havia muita gente vendo. tanto que não faltam testemunhas.
      2. dê uma olhada aqui: http://www.estadao.com.br/noticias/geral,acusado-de-atropelar-ciclistas-tem-historico-de-multas-e-processos,686098,0.htm – conforme a declaração do promotor, a única “provocação” foi estar na frente. ele fez sinal de luz e como os ciclistas não desapareceram da frente dele como mágica, passou por cima deles. ele faria o mesmo se fosse um grupo de carros? pq ciclistas têm que sair da frente e carros não?
      3. como inteligentemente alguém questionou no twitter, mesmo a tese, mentirosa aliás, conforme o depoimento do taxista que aparece nessa reportagem: http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2011/03/motorista-que-atropelou-ciclistas-diz-que-tentou-evitar-linchamento.html, de quele fugia de um linchamento, ninguém é linchado de graça. e mesmo assim não era o caso. fez sinal de luz, durrubou alguns ciclistas, bateram no carro pra ele dar ré, deu uma réziha e passou com tudo por cima dos demais.
      4. pq simplesmente não mudou de rua? poderia ter virado à direita e à esquerda. não virou.
      5. e a tese da legítima defesa também não confere com o próprio histórico criminal dele.
      6. as imagens, os depoimentos, a perícia no local, o histórico criminal, tudo derruba a tese da legítima defesa e tudo aponta para um comportamento destemperado.
      7. já se sabe o que aconteceu. os fatos vieram à tona.
      8. e claro, este é o momento para se discutir as relações – infelizmente violentas – no trânsito. é bom que a questão esteja na mídia. se não estivesse, talvez sequer estivesse preso….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s