só acredito vendo

há muito estou contaminado pelo ceticismo em relação à atuação dos órgãos públicos no que se refere à bicicleta em são paulo. não estou sozinho, renata falzoni já discursou sobre isso na própria câmara.

o grande herói do futuro

comecei no cicloativismo assim. não corro atrás de ciclovias. quero planos cicloviários, para-ciclos em tudo quanto é lugar, especialmente em estações de trem e metrô, terminais de ônibus e etc. quero vestiários obrigatórios com chuveiros em empresas com mais de 4 funcionários. quero ver a CET multando com base no artigo 201 do CTB.

este é o mundo à sua volta.

mas o que vejo sempre são gavetas. temos um zilhão de projetos lindos, leis e etc. mas não são cumpridas. são simplesmente ignoradas. uma delas diz que é obrigatória a construção de ciclovias em obras de novas avenidas e ampliações das já existentes.

e então o governos serra, criminosamente amplia as marginas e cadê as ciclovias? não adianta construir ciclovia lá na p.q.p. cadê ciclovia na região da ponte das bandeiras, da ponte do limão, da ponte da vila guilherme?

não há nada disso. e não vejo a secretaria municipal de transportes mover uma palha pra fazer porra nenhuma, pra usar a expressão certa. desde que a questão das bikes foi transferida da secretaria do verde e do meio ambiente, nunca mais houve uma reunião sequer do grupo pró-ciclistas.

haverá daqui a poucas horas um fórum discutindo isso. infos aqui. conheço todo mundo que vai estar lá discutindo. alguns são meus amigos pessoais. mas cadê a secretaria de transportes, cadê a secretaria de infraestrutura urbana, cadê a CET? vão lá? foram chamadas. vão? claro que não.

um cidadão paulistano sob a administração de kassab

sejamos sinceros, o prefeito kassab é um grande seguidor da máxima de tomasi di lampedusa, em “il gatopardo“: “tudo deve mudar para que tudo fique como está”.

um carro ideal para o trânsito de são paulo: vc vai morar nele mesmo...

então uma cicloviazinha feita em algum parque, ou pela secretaria do verde e do meio ambiente, é o que a prefeitura se permite fazer, pra tentar calar a boca dos cicloativistas.

balela, a prefeitura não investe nem quer investir em mobilidade real, ou seja, tirar carro das ruas e investir em outros modais. muito antes pelo contrário, sua atuação é em sentido inverso: tira-se ônibus pra poder dar mais espaço aos carros…

motor-home perfeito para os dias de chuva em são paulo.

escrevam, anotem: kassab será julgado pela história como um dos piores prefeitos que são paulo já teve. pois pior do que um prefeito que não faz nada é um prefeito que faz tudo em sentido contrário ao bom futuro da cidade.

não apenas não investe em planos cicloviários, em melhor transporte público, mas ele estimula a carrocracia. não apenas ele impede a boa ocupação urbana, com a volta das famílias de menor renda para a região central de são paulo, mas ele estimula a especulação imobiliária que afasta o pobre pra mais longe e gera mais deslocamentos antes desnecessários.

projetos como o da “nova luz” são excrescências daquelas que serão estudadas no futuro pelos urbanistas do porvir como grandes erros urbanísticos, como foi a construção do minhocão pelo então prefeito maluf, por exemplo.

que tal esse trânsito a poucos centímetros da janela do seu apartamento?

hoje eu não acredito mais no poder público municipal de são paulo. se cruzar com o prefeito na rua mudo de calçada para não cuspir-lhe na cara. confio muito mais na menina ou rapaz que desce a augusta com a u-lock no guidão  pronto/a pra quebrar o vidro do carro que lhe fechar a passagem ou a mão do pilantra que passar-lhe a mão na bunda.

a imagem diz tudo.

motoboys educaram o motorista paulista. afinal, não quebravam retrovisores, apenas retiravam os que não eram usados…. hoje o motorista paulista liga o pisca pra mudar de faixa, e deixa o corredor livre.

e o prefeito jura que dirigir em são paulo não é programa de índio.

o ciclista tem que fazer o mesmo.  mil ciclistas jogando ovos e tomates no prédio da prefeitura farão mais pelo futuro da cidade do que todos os burrocratas da secretaria de transportes e de infraestrutura. um dia a coisa muda.

o prefeito em seu gabinete.

Anúncios

6 Respostas para “só acredito vendo

  1. Genial! não têm pior cego do que aquele que não quer ver!

  2. o que dizer?, você colocou os sentimentos em palavras é isso ai, o governo é na maioria das questões inútil, quando não atrapalha, somos nós sociedade civil que vamos mudar a cidade, começando pela conscientização dos motoristas sobre a existência de uma alternativa chamada bicicleta. o dia de hoje só ajuda a bicicleta a ser valorizada.

  3. Porra, só não precisava ofender o pessoal do circo, né… hehehe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s