gios – a verdadeira

mini-velo antico, com alavancas no quadro

aqui no brasil é costume copiarem nomes de marcas famosas lá fora. claro, se a marca estrangeira não se der ao trabalho de vir aqui se defender, fica por isso mesmo. é o caso da gios. existe a italiana, e uma tal gios fr aqui no brasil que não tem nenhuma ligação com a empresa italiana original, que possui esse nome por ser o sobrenome do fundador, alfredo gios.

a tal gios fr nada mais é do que uma dessas empresas que compram quadros chineses e os adesivam aqui no brasil. até aí, não há problemas, pois num mundo onde tudo é terceirizado, até os grandes e tradicionais fabricantes italianos têm feito isso. a pilantragem – esse é o nome da coisa – é usar um nome já conhecido no exterior. terceirizar produção a cicloreiriense já faz, com marca própria: aerotech. e oferece garantia. o mesmo a anderson bicicletas, com  a marca ricci, e o puertollano, com o mesmo nome. usar marca própria e oferecer garantia é honestidade. mas usar o nome de outros….

pois bem. a gios, a verdadeira, produz bicicletas de estrada. em todas as cores que sejam azul. sua história inclui pódios em tour de france, etapas do giro d’italia e vitórias na milan-san-remo.

algumas das bikes são de encher a boca… vários modelos em fibra de carbono, alumínio e claro, em cromo-molibdênio. não lembro de ver um fabricante de bicicletas de nível pro-tour que disponha de tantos modelos em aço cromo-molibdênio. aliás, não apenas bicicletas de estrada clássicas, com aro 700c, mas tb mini-bikes, mini-vélos, que são bicicletas de adulto com rodas pequenas, portanto, muito mais compactas, fáceis de guardar aqui e ali, de carregar, e com uma característica de aceleração fantástica.

tá indo pra itália? tem parentes lá? manda trazerem uma dessas.  ou pelo menos o quadro e garfo, e monte aqui.

que tal essa light touring? dá pra encarar sp-ubatuba, levando a barraca de camping?

Anúncios

Uma resposta para “gios – a verdadeira

  1. Os japoneses também tem uma tara por artigos europeus, especialmente bicicletas. Se alguém for para o japão, dá para achar colnago, cinelli, basso e especialmente bianchi e gios aos montes. Uma boa sugestão para o que trazer na mala, hehehe!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s