viver sem carro

a tira acima, do fernando gonsalez (da série níquel náusea) reproduz um pouco a realidade de quem aqui em sp prefere andar de bicicleta em vez de carro. nas rodas de conversa o clima é sempre esse: a cara de espanto dos carrólatras…. eles estão encoleirados, nós não. o fenômeno é mundial, vide essa reportagem do periódico português “público“.

Anúncios

3 Respostas para “viver sem carro

  1. Muitas vezes eu penso no mito das cavernas do platão… preferir ir de bike é como se estivéssemos tido a revelação fora da caverna, mas quem está dentro dela (ou da carrobolha) não percebe as coisas como elas ontologicamente são….

  2. Para usar a bike como meio de transporte, é necessário sair do comportamento-padrão e avaliar as próprias possbilidades. E isso é difícil para a maior parte das pessoas, que vivem suas vidas, regidas pelos comerciais e apelos da TV.

  3. Às vezes tenho que explicar que não tenho carro porque não quero. Descobri na bike a liberdade!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s